• Thabata Ganga

Wi-fi Livre está encarcerado

Atualizado: 16 de Dez de 2020

O programa iniciado em 2014 teve seu 120° ponto instalado em 2015, de lá para cá não houve expansão significativa, na realidade a gestão Dória/Covas fez uma grande gambiarra e atua com uma desonestidade intelectual absurda.


A gestão atual utiliza UBS’s, telecentros, CEU’s e outras localidades que já possuem internet para inflarem os números reais do atual Wifi-Livre SP o que não passa de desonestidade intelectual e mascaramento de dados.


É muito importante você ter pontos de acesso a wifi livre pela cidade, pois você pode conectar diversas coisas principalmente agora com a Internet das Coisas(IoT) pois você pode conectar diversos equipamentos públicos através deles, câmeras, sensores, bueiros inteligentes e outros.


O Wifi-Livre pode garantir acesso as pessoas em qualquer lugar da cidade, conectar sistemas de saúde, dar acesso as pessoas para estudarem, para trabalharem e outras atividades.


O acesso a internet é um medidor importante de desigualdade, pois esse acesso pode ajudar no desenvolvimento social, profissional, econômico, pessoal e cultural, além de ajudar no combate da desigualdade de oportunidades.




"Hoje temos milhares de alunos sem conseguir estudar pois não tem acesso a internet banda larga, diversas pessoas precisando de utilizar internet para entregar comida como os meninos e meninas que trabalham 12 horas nas bikes."

Seul por exemplo em 2015 já havia instalado mais de 10mil pontos de acesso, Telaviv e Jaffa em Israel já tem todos os cidadãos conectados em wifi-livres, essas devem ser nossas referencia nesse assunto, esse é o ideal e são essas cidades que devemos nos espelhar.


A gestão atual prometeu uma expansão de mais de 600 pontos até 2020, essas unidades estão fazendo falta para nossa sociedade principalmente agora, durante a pandemia, onde pequenos comércios, nossos jovens, adolescente não tem acesso a internet prejudicando a educação, empreendedorismo, gestão e o avanço da cidade para se tornar uma cidade inteligente.


Após 4 anos se gabando de parcerias publico privadas as famosas PPP’s a atual gestão não implementou novos pontos de acordo com o mapa do wifi-livre SP, além de apresentarem um valor bem alto dizendo que economizariam 12Mi de reais.


A estagnação do programa, junto com a “velocidade ofertada” de 512kbps demonstram uma total falta de vontade da prefeitura na modernização e ampliação, além do alcance dessas redes não atingirem quem mais precisa.


Pois essas redes não estão nos bairros residenciais de uma forma que as pessoas consigam alcança-las de suas residências de forma que consigam utiliza-las para estudar, para os micro empreendedores consigam desenvolver seus negócios, gerar renda e emprego.


A CUFA está fazendo um programa que realmente vai atender esses problemas de fato, papel que é da prefeitura que não é feito, vão levar cerca de 2 milhões de acesso principalmente para as mulheres na periferia e empreendedoras para que elas consigam vender online seus produtos, tenham uma redução no custo da sua produção.


Nos defendemos que os wifi-livres e populares podem gerar um desenvolvimento e um combate feroz contra a desigualdade socioeconômica, educacional e de desenvolvimento.

Pode ajudar na aproximação dos empregos para a residência das pessoas ajudando a fomentar negócios locais gerando emprego e renda nessas localidades.


A modernização, qualidade além da ampliação da rede, oferecendo uma velocidade de internet minimamente razoável para que as pessoas consigam assistir aulas, fazer cursos e etc, o que hoje não é possível com uma velocidade de 512kbps por segundo, a nossa ideia é oferecer pelo menos o dobro dessa velocidade no curto prazo.


Nossa cidade é a locomotiva do Brasil, em nossa bandeira diz que “São Paulo não é conduzida, ela conduz” e sem a principal ferramenta do século XXI que é a internet nos iremos conduzir São Paulo para a onde?

24 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

SOBRE MIM!

Sou Cientista Tecnológica e Engenheira Biomédica, fruto da periferia, do SISU e da universidade pública brasileira.

A educação e a tecnologia foram as principais variáveis que mudaram o resultado dessa equação.

As mesmas variáveis que vão levar emprego para os milhões de jovens desempregados e desenvolver a soberania do Brasil.

Vem acompanhar as minhas aulas e ajudar a construir o tecnotrabalhismo.

FIQUE POR DENTRO!

  • Ícone do Youtube Branco
  • Ícone do Instagram Branco
  • Ícone do Twitter Branco
  • Ícone do Youtube Branco
GOSTARIA DE SABER SUA OPINIÃO

SERVIÇOS E CONSULTORIA

PARCERIAS COMERCIAIS

© 2020 por Thabata Ganga.